Por mais que viajar pelo seu país seja uma experiencia enriquecedora, pisar em solo estrangeiro é um feito memorável na vida de qualquer pessoa e neste artigo, iremos trazer algumas dicas importantes para o evento de sua vida: a Primeira Viagem Internacional.

Estar em um local novo com língua e costumes diferentes dá um friozinho na barriga.

Mas antes de estarem com as passagens em mãos, alguns detalhes são muito importantes na hora de deixar a terra mãe.

Separamos 6 dicas para garantir uma viagem dos sonhos.

Passaporte, documentos, visto e vacinas.

Para sua Primeira Viagem Internacional, como para qualquer uma,  o passaporte é um item obrigatório.

Caso não tenha é só solicitar pelo site da Policia Federal, pagar a taxa de emissão e comparecer para retirar o documento.

Feito isso é preciso saber também se seu país de destino requer o visto de entrada, ele pode ser obtido no consulado ou embaixada do país de destino com a documentação necessária.

É importante estar atento as conexões, por exemplo uma conexão nos Estados Unidos exige visto americano.

Outro item solicitado por alguns países   é o comprovante internacional de vacinas, a principal delas é a de febre amarela. Verifique o seu destino e consulte o site da ANVISA para saber o melhor local para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP).

Dinheiro

Antes de embarcar e de até mesmo comprar as passagens consulte a melhor época do ano para visitar o país.

As baixas temporadas são excelentes pois é possível economizar bastante.

Em relação ao dinheiro, não leve toda a quantia em espécie.

Faça o câmbio para dólares, euro ou outra moeda, utilize cartões de crédito de validade internacional mas antes consulte as taxas junto a seu banco.

Como você vai viajar

É preciso muito atenção na hora de escolher entre pacotes, excursões e viajar por conta própria. Independente do modo escolhido, consulte alguém que viajou da mesma forma e exija comprovantes dos termos contratados.

Pacotes são interessantes pelo preço (algumas vezes) e pela facilidade, umaz vez que todo o roteiro está planejado e basta segui-lo.

A praticidade pode ser uma vilã caso você não fique satisfeita com o plano contratado, por outro lado é um modo seguro de se viajar pela primeira vez.

As viagens em grupo são ideais para as pessoas que têm dificuldade com a língua ou não se sentem seguras viajando sozinhas já que os passeios são feitos com um guia.

E viajar sozinho não é nenhum bicho de sete cabeças, ter a liberdade de montar seu próprio itinerário é tentador.

 Pesquise sobre o seu destino e faça um roteiro de viagem

Escolhido onde vai desembacar já começe a procurar por hospedagem seus pontos favoritos da cidade ou cidades. Crie um cronograma, quanto tempo irá gastar em cada local e a distância entre eles.

Não caia na armadilha de achar que pode fazer mil coisas em um dia. Informe-se sobre os meios de transporte e deixe dias livres para encaixar coisas novas ou ficar um tempinho a mais naquele ponto favorito.

Seguro de viagem e bagagem

Nunca embarque sem seguro, até porque é obrigatório em alguns países, mas antes disso é importante estar prevenido quando o assunto é saúde.

Os preços são bem acessíveis e evita gastos maiores caso acorra algum acidente ou problema.

As regras para as bagagens em voos internacionais são um pouco diferentes, os passageiros têm direito a dois volumes com 32kg cada mais uma bagagem de mão.

De preferência tranque sua mala e sinalize com seu nome, telefone e endereço no Brasil.

 

No aeroporto

Chegue com antecedência no aeroporto, mínimo 3 horas, esse tempo é suficiente para realizar o check-in, despachar as bagagens e tirar qualquer dúvida que venha a aparecer.

Feito isso é só seguir para o embarque, a fiscalização internacional é mais rígida que a do Brasil. Após a revista seus documentos serão conferidos e você poderá subir.

Durante o vôo pode ser que haja conexões, então esteja atento a sua bagagem e visto, caso necessite.

Chegando ao destino você passará pela imigração, por mais temida que seja o segredo é ser claro nas suas respostas, estar com todos os documentos (reservas, passagens) e ter em mãos um cartão de crédito ou quantia que supra os gastos da viagem, feito isso você responderá um formulário e se tudo der certo entrará no país.

Deixe um comentário

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui